Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Blog da Mari
 Blog do Felipe
 Blog do André
 Banda Estação SP
 Flog da Turma (FND)
 Manifesto da Cultura Independente Carioca
 Whiplash
 UOL
 Coisinhas Fowfax


 
The World Behind My Eyes


Engraçado como tudo se encaixa.

2009. quando acreditei que estava confusa, decidi. quando acreditei que seria um desastre, foi o melhor acontecimento do ano. quando acreditei que deveria me modificar, Deus (indiretamente) me fez parar. estava correndo, pra variar. tive que pisar no freio. quando acreditei que não conseguiria, fechei um ciclo. cansei, mas tive um ano inesquecível.

2010. começo agitado. dias bonitos. expectativas e tensões. a promessa é de um ano bom. se eu me esforçar, melhor ainda.

Então penso em cada indecisão, em cada medo e palavra torta. ajeitei tudo pros dias que virão. serão mágicos. :)

 



Escrito por Lulu às 00h27
[] []



Um dia resolvi andar pela praia. as ondas cobriam meus pés e a areia fazia montinhos em mim. tranquilidade.

Neste dia tinha pensando em diversos acontecimentos que vem e passam por nós. alguns com uma intensidade que fica difícil explicar. outros de uma forma tão branda que acabamos por nem lembrar. engraçado. somos todos um conjunto.

Outro dia pensei também em voltar a escrever histórias. não mais trechos. uma história completa. como aquelas que escrevia quando era criança e que se perderam ao longo dos anos. o tempo há de me dar uma brecha.

um pouco de ficção:

O menino era tímido. mas queria brincar e descobrir. e queria entender o que as pessoas pensavam, achavam, descobriam. acreditava que suas descobertas deveriam ser sempre compartilhadas e em um momento de súbita distração esqueceu-se de que devia haver controle.

Tudo foi tão intenso quando ele se revelou que, no fim, encontrava-se cansado. e confuso. a sensação que achou que teria, de alívio e gratidão, de surpresa e alegria, por compartilhar e descobrir, estava distante do pequeno menino. sentia-se de certa forma invadido. foi seu primeiro contato com o mundo de verdade. como seriam os próximos?

Vou pular os anos que se seguiram e finalizar. falta tempo.

Anos se passaram e o menino era hoje um ser diferente. menos confuso. menos "aventureiro". invadiram seu espaço muitas vezes. em algumas ele chorou. em outras encontrou o que procurava. trabalhou seus sentimentos. moldou sua vida. mas ainda continuava buscando. e querendo brincar. achar seria difícil. mas ele não tinha medo. não de ser invadido. sorriu. estava fazendo um lindo dia lá fora.



Escrito por Lulu às 09h33
[] []



Às vezes agimos de forma irracional e transformamos os momentos. de forma negativa. impulsiva. infantil.

Às vezes queremos só parar e não pensar. deixar tudo acontecer assim, tão calmo e sereno.

Às vezes pensamos e isso nos afasta do que realmente gostaríamos. mas pode ser sensato.

Às vezes percebemos cada olhar e palavra. interpretamos. entendemos. nos encantamos.

Às vezes sentimos raiva. e se transforma em carinho. e em tristeza. e em alegria. inconstante e ao mesmo tempo tão constante.

Às vezes assustamos. é porque estamos assustados. porque tememos nos assustar. porque queremos antecipar o susto.

Às vezes choramos. por tudo. por nada.

Às vezes nos desculpamos. sem razão. com razão. tentando encontrar um motivo.

Às vezes conhecemos. assim. em um lugar inesperado. em uma época ruim. e reencontramos. em dias bons. diferentes.

Às vezes simplesmente não sabemos o motivo. só sabemos que sem aqueles momentos os dias teriam sido mais monótonos.

Então sorrimos. e deixamos de nos preocupar. e de tentar entender. tudo.



Escrito por Lulu às 21h57
[] []



Então restam dois caminhos.

1. manter-me.

2. mudar de idéia.

E eu, perdida, não sei se sorrio ou se deixo estar. ou se, de repente, esqueço e continuo.



Escrito por Lulu às 04h03
[] []



E aí tudo muda. e não tenho inspiração neste momento pra continuar expirando palavras. então respiro fundo.

 



Escrito por Lulu às 22h30
[] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]